Reforçar a aposta na dinamização cultural para desenvolver COIMBRA

Proposta Iniciativa Liberal Coimbra - Reforçar a aposta na dinamização cultural para desenvolver COIMBRA
A política cultural para Coimbra deve ser coerente com a posição que Coimbra pretende voltar a ocupar enquanto referência chave da Identidade e Cultura Portuguesas. Uma cidade aberta ao mundo e representante da liberdade criativa, artística e individual.

Motivação:

A política cultural para Coimbra deve ser coerente com a posição que se pretende que Coimbra volte a ocupar enquanto referencial da Identidade e Cultura Portuguesa, aberta ao mundo e representante da liberdade criativa e artística.

Reconhecer a importância do trabalho desempenhado pelos agentes culturais da cidade, muitas vezes condicionados pela falta de visão e por uma gestão municipal incapaz de criar e implementar uma verdadeira Política Cultural é o primeiro passo para construir soluções.

De forma a criar as condições para que mais actividades culturais ocorram em Coimbra, é essencial que a Câmara Municipal deixe de ser um competidor com as associações e agentes culturais locais para passar a ser um parceiro facilitador da realização de eventos. Esta nova dinâmica não pode simplesmente passar por ter o município de Coimbra como um mero financiador da Cultura, mas sim o principal parceiro de agregação de vontades na comunidade para fazer mais, melhor e com maior impacto na região, no país e internacionalmente.

O município deve ser promotor de uma política autárquica baseada na afirmação de associações e agentes culturais fortes, dinâmicos, modernos e com flexibilidade para acompanhar os novos rumos da sociedade, independentes de decisões ou apoios políticos. Este é o caminho urgente para potenciar uma industria criativa Coimbrã que permita desenvolver a cultura, criar empregos e atrair talento justificando assim o antigo epítome de Coimbra como Cidade da Cultura e do Conhecimento.

Implementação:

  • Rever e construir um plano estratégico para a Cultura, em articulação estreita com a comunidade e com total foco na oferta de cultura como serviço público mas também da valorização da cultura como vector de desenvolvimento da economia e do emprego qualificado, tornando Coimbra uma referência Nacional e destino Internacional para a realização de Eventos, Festivais, Feiras, Encontros e Colóquios e todo o tipo de grandes realizações culturais e artísticas
  • Promover maior actividade e reforçar a transparência das acções e decisões do Conselho Municipal de Cultura de Coimbra enquanto órgão consultivo de representatividade democrática dos agentes culturais da Cidade
  • Aumentar a visibilidade e a divulgação digital da oferta cultural do Município, projectos culturais de associações e agentes independentes, e partilha de informação de como aceder a equipamentos e recursos
  • Assegurar a oferta de ensino artístico especializado em todos os agrupamentos escolares do município de forma a promover equidade no acesso à formação artística dos munícipes, através de parcerias com agentes e associações culturais locais
  • Incluir a oferta cultural na App e Cartão COIMBRA, passível de ser requerido por qualquer residente no município, que permite a entrada livre ou com desconto assegurado, em regime a definir, em todos os eventos culturais protocolados com a CMC
  • Estabelecer protocolos com os agentes, companhias, associações e colectivos de teatro, dança, música, entre outros, do município de forma a produzir projectos artísticos de cariz itinerante, promovendo um cartaz direcionado à comunidade mais isolada, população escolar em freguesias rurais e população sénior
  • Criar e promover um orçamento participativo unicamente direcionado a financiar projectos de índole artística e cultural
  • Assumir parcerias estratégicas com agentes culturais de reconhecido valor, sejam associações com ou sem fins lucrativos, instituições públicas e privadas. Sobretudo aqueles responsáveis pela produção e criação de eventos de inegável qualidade e impacto na cidade de Coimbra, dos quais destacamos a Bienal Arte Contemporânea, AnoZero, Encontros de Fotografia, Jazz ao Centro, Encontros Mágicos, Festival das Artes, Coimbra BD, Caminhos do Cinema Português, Jornadas de Cultura Popular, entre tantos e de tão elevada qualidade no município
  • Apoiar e dinamizar programas de cariz Intermunicipal, potenciando as sinergias dos vários agentes culturais vocacionados à criação, produção e exibição de projectos artísticos multidisciplinares com maior participação e uso apropriado de recursos públicos
  • Criar a “Colina das Artes”, reabilitando o Mosteiro de Santa Clara a Nova para o efeito, integrando o já existente Centro de Congressos de São Francisco, constituindo desta forma um hub de empreendorismo patrimonial e cultural. Este será um verdadeiro polo de incubação para projectos e empresas da economia cultural e social, direcionada sobretudo para cena da indústria criativa, sejam da área do design, moda, música, dança, artes plásticas, artes visuais e cinema, entre outras. Deverá igualmente ser o local de instalação do Centro de Arte Contemporânea de Coimbra
  • O Centro de Arte Contemporânea não pode ser apenas um “armazém” da colecção BPN , mas um verdadeiro ponto de referência internacional ao nível da criação artística, integrando as redes internacionais de residências artísticas e de arte contemporânea
  • A Incubadora para Indústria Criativa e Empreendorismo Cultural permitirá não só fixar um polo de referência para o sector da economia social, como irá atrair mão de obra qualificada dos sectores da indústria artística e criativa
  • Apoiar a criação da Casa do Cinema, bem como, desenvolver esforços no sentido de fixar um pólo da Cinemateca Portuguesa em Coimbra
  • Retirar os serviços camarários da actual Casa da Cultura e convertê-la em Casa das Associações, acolhendo as associações e organismos culturais que não têm sede ou espaço próprio para desenvolver a sua actividade, mantendo também serviços de apoio à população como cantina social e salas de estudo
  • Criar o “Quarteirão da Sofia | Conhecimento “ nos Antigos Colégios da Rua da Sofia
  • Reabilitar a Biblioteca Municipal do Século XXI, com foco na oferta digital e métodos modernos de gestão e consulta de acervo municipal
  • Construir um verdadeiro Museu da Cidade, reunindo todo o espólio municipal espalhado por vários espaços não acessíveis ao público num projecto museológica contemporâneo em que se desse a conhecer a História da Cidade e o seu património material, cultural e imaterial
  • Construir o Museu da Língua Portuguesa e Lusofonia, geminado com o Museu da Lingua Portuguesa em São Paulo

Impacto:

  • Melhoria directa da qualidade de vida dos munícipes
  • Sensibilização desde a infância para a importância da cultura
  • Dinamização cultural da cidade
  • Afirmação da Marca COIMBRA
  • Reforço do sentimento de comunidade
  • Afirmação dos agentes e associações culturais coimbrãs no panorama nacional e internacional
  • Aumento da oferta cultural do município
  • Maior colaboração entre o município e as entidades culturais do concelho


Tudo faremos localmente para ajudar na construção de soluções. Queres melhorar esta proposta? Comenta e partilha o teu ponto de vista connosco.

Junta-te a nós! Como Portugal precisa de Coimbra, Coimbra precisa de ti!


Queres receber notificações sobre novas publicações? Segue a Iniciativa Liberal Coimbra através das ligações apresentadas abaixo. Obrigado!


Queres apoiar este projecto? Descobre como apoiar a Iniciativa Liberal Coimbra!

Autárquicas 2021

IL Coimbra

Iniciativa Liberal Coimbra

Coimbra Liberal

Tiago Meireles Ribeiro

10 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *